Páginas

11 de março de 2012

RECIFE – IDIOMA É UMA DAS GRANDES BARREIRAS PARA A COPA / RECIFE – LANGUAJE IS ONE THE BIGGEST BARRIERS FOR THE WORLD CUP.




Desafios para evento foram discutidos ontem no Recife.

Pernambuco está se preparando para a Copa do Mundo de 2014 e há muitos desafios a serem enfrentados até a chegada do evento. O tema fez parte do debate “Como Pernambuco está se preparando para receber a Copa do Mundo?”, realizado ontem no Recife Praia Hotel, no Pina. Para o titular da Secretaria Extraordinária da Copa de 2014 (SECOPA) do Recife, Amir Schvartz, uma das maiores barreiras a ser transposta é o idioma.

“A FIFA (Federação Internacional de Futebol) exige, por exemplo, que haja sinalização bilíngue na cidade, com placas na língua local e na inglesa”, disse. “Além disso, para atender aos turistas dos mais diversos países que vamos receber, é importante que os atores da cadeia produtiva do turismo saibam se comunicar em inglês”.

Schvartz citou como complicador os diferentes níveis de educação e escolaridade de quem faz parte desse setor. “Como ensinar um ambulante a falar inglês?”, questionou. “Mas vamos achar uma forma. E as empresas e sindicatos precisam se mobilizar também, colaborar nesse aspecto”. Ele informou que em 2011 foram capacitados 20 mil trabalhadores do turismo. Para o secretário municipal da SECOPA, falta também percepção da população em relação ao evento. “As pessoas acham que ainda falta muito tempo. Sentimos falta de que a sociedade civil se mobilize mais, que nos traga propostas de ações”.

Schvartz contou ainda que há muitas exigências da FIFA que a cidade precisa desenvolver. “Nossa polícia não tem treinamento em relação ao terrorismo, já que não temos esse problema aqui. Como na Copa estaremos no centro das atenções, precisamos ter esse cuidado. Vamos ter que fazer uma qualificação com nossos policiais nesse aspecto”.

Para o gerente geral de Articulação Institucional da Secopa-PE, Ciro Pedrosa, a Copa é a oportunidade de projetar Pernambuco como destino turístico internacional. “Essa é uma oportunidade de mostrá-lo para o mundo. Há um aumento do fluxo de visitantes nos países que recebem esse campeonato, mesmo ao término do evento. Vamos aproveitar isso”.

Outra questão diz respeito às partidas que serão realizadas no Estado, nos dias 14, 20, 23, 26 e 29 de junho, mesmo período dos festejos juninos. “Estamos estudando a melhor forma de comungar as duas festas”. O presidente do Recife Convention & Visitors Bureau, Paulo Menezes, afirmou que é preciso concretizar a mobilidade urbana e trazer investimentos para o Estado. “Temos que divulgar Pernambuco como um local onde as empresas devem investir”.

A muito tempo atrás que me prontifiquei para ajudar se fosse chamado, inclusive enviei meu cv., para o senador. Armando Monteiro, mas nunca tive uma resposta. E quem quiser saber o que penso e o que acho, basta nos seguir pelo Blog. Estamos sempre repercutindo sobre o muito que falta e o que pode ainda ser feito, para que possamos realmente ter uma boa logística para a copa do Mundo em Recife.

Já fiz diversas viagens usando os meios de transporte que são usados por locais e visitantes, usei o TIP (Terminal Interestadual de Passageiros), o METROREC (Linha de Metros do Recife), e os ônibus. Além de dirigir um carro - no pico, quer dizer, agora toda hora é hora de rush - em Boa Viagem, centro, e adjacências da Arena em São Lourenço da Mata, fui até o sitio e vi as construções, fui à Recife até na temporada chuvosa, para sentir o que é se deslocar para assistir um jogo debaixo de chuva. Sei que muita coisa está sendo mudada, mas ainda precisamos mudar muito mais do que isto


Fonte: ROBERTA MEIRELES. Folha de Pernambuco. Foto: divulgação.

Comentário: Roberto Queiroz. Tradução: Roberto Queiroz e Roberto Queiroz Junior.


Challenges for the event were discussed yesterday in Recife.

Pernambuco is preparing for the World Cup in 2014 and there are many challenges to be faced until the arrival of the event. The theme was part of the debate "How Pernambuco is preparing to receive the World Cup?" Held yesterday in Recife Praia Hotel in Pina. For the holder of the Special Secretariat of World Cup 2014 (Secopa) Recife, Amir Schvartz, one of the biggest barriers to be overcome is the language.

"FIFA (Federation Internationale de Football Association) requires, for example, there are bilingual signs in the city, with signs in the local language and English," he said. "Moreover, to cater to tourists from different countries that we receive, it is important that the actors of the tourism production chain know to communicate in English."

Schvartz cited as complicating the different levels of education for those who are part of this sector. "How to teach a street sales man to speak English?" He asked. "But we will find a way. And companies and unions must mobilize themselves also collaborate in this regard. " He reported that in 2011 20,000 workers were trained in tourism. For the municipal secretary of Secopa also lacks public perceptions about the event. "People think there is a long time. We miss that civil society to mobilize more, we bring proposals for action. "

Schvartz also said that there are many requirements of FIFA that the city needs to develop. "Our police have no training in relation to terrorism; we do not have this problem here. As the World Cup will be in the spotlight, we need this care. We'll have to make a qualification with our police in this regard. "

For the general manager of Institutional of Secopa-PE, Ciro Pedrosa, the Cup is the opportunity to design Pernambuco as an international tourist destination. "This is an opportunity to show it to the world. There is an increased flow of visitors in countries receiving this tournament, even at the end of the event. Let's enjoy it. "

Another question concerns the matches to be held in the State, on days 14, 20, 23, 26 and June 29, same period of the São João, festivities. "We are studying the best way to commune the two parties." The President of Recife Convention & Visitors Bureau, Paulo Menezes said that we must achieve urban mobility and bring investments to the State. "We have to disclose Pernambuco as a place where companies should invest."

A long time ago I putted myself to help if I was called. I sent my cv to the senator Armando Monteiro, but never got an answer. And who wants to know what I think, is just follow us, here, on the blog. We are always reflecting about the lack, and also, what we can improve, to we really get a good logistics for the World Cup in Recife.

I've made several trips using the transports that are used by locals and visitors. I used the TIP (Passager Interstate Transport), the METROREC (Metropolitan Subway lane). And of course drove a car at the rush hour (mean, now, every hour is rush hour) in Recife, center, and adjacent streets to the Arena in São Lourenço da Mata, went to the site (Arena) and saw the buildings, went to Recife in the season of rain, to feel what they will feel. I know that much is being changed, but we need to change much more than that.


Source: ROBERTA MEIRELES. Folha de Pernambuco. Photo: publicity.
Comment: Roberto Queiroz. Translation: Roberto Queiroz and Roberto Queiroz Junior.

2 comentários:

Anônimo disse...

Eu não entendo o porque do Inglese nesse Blog.Que besteira.

Roberto Agente Credenciado disse...

Vás entender por ocasião da Copa das confederações, da copa do Mundo, das Olimpíadas, e vai por aí...A língua usada para se fazer negócios é esta mesma, a Inglesa, quer voce queira ou não, entenda ou não, e mesmo que não goste. Quer um aviso....Trate de ir pra escola , aprende-la se quiser se dar bem. E da próxima vez, coloque seu nome, do contrário não postarei seu comentário imbecil.

Postar um comentário